Clínica Médica
Clínica Médica

Arboviroses: etiologia, sintomas, diagnóstico e tratamento

Logo Medclub
Equipe medclub
Publicado em
19/2/2024
 · 
Atualizado em
21/2/2024
Índice

Desde o início do crescimento de área urbana com o advento de diversas edificações e um êxodo em massa em direção às cidades, as doenças virais de transmissão por insetos se tornaram cada vez mais comuns no dia a dia, principalmente nesses ambientes urbanos e tropicais, como nas grandes cidades brasileiras. Nesse sentido, as arboviroses têm um grande destaque e podem se manifestar por meio de patologias distintas mas com um vetor em comum.

O que são arboviroses?

As arboviroses são um grupo de doenças caracterizadas por atividade etiológica viral com meio de transmissão a partir de insetos artrópodes hematófagos, sendo nesse contexto o Aedes aegypti o mais comumente relacionado. Dentre as distintas patologias, encontram-se a Dengue, Febre Amarela, Zika e Febre Chikungunya (CHK), como possíveis manifestações a depender do vírus transmitido ao indivíduo.

Quais as suas etiologias?

Imagem mostrando os principais focos do Aedes Aegypti em áreas urbanas
Principais focos em áreas urbanas para proliferação do Aedes aegypti. Foto: Reprodução/ShutterStock

Como já dito, o principal transmissor são os artrópodes hematófagos, isto é, mosquitos Aedes aegypti, mas também outros como: Aedes albopictus, Haemagogus e Sabethes podem ser vetores. O mosquito Aedes aegypti alimenta-se de sangue humano e possui hábitos diurnos, além de usufruir de locais próximos à residência ou populosos que favoreçam sua reprodução por meio de calor e umidade. Em termos virais, segue os vírus relacionados a cada doença:

  • Zika: Zika Vírus
  • Dengue: DENV-1 / DENV-2 / DENV-3 / DENV-4
  • Febre Chikungunya: Vírus Chikungunya
  • Vírus da Febre Amarela

{{banner-cta-blog}}

Quais as manifestações clínicas?

Por se tratar de patologias virais, seu quadro clínico surge subitamente e, normalmente, com sinais e sintomas intensos, mas com resolução espontânea dentro de alguns dias.

Dengue

Esta arbovirose pode ser dividida em Dengue Clássica e Dengue Hemorrágica, sendo esta última a forma grave da doença que surge em uma pequena parcela dos pacientes e inicia durante o período de defervescência da forma clássica (entre 3° e 7° dia).

Dengue Clássica Dengue Hemorrágica (Sinais de Alarme)
Febre alta (> 38°C), Calafrios, mialgia, dor retrorbitária, mal estar, cefaleia, manchas no corpo Enantema / sangramento de mucosa, hipotensão, êmese persistente, hepatomegalia dolorosa à palpação, dor abdominal intensa

Febre Chikungunya

A febre chikungunya possui sintomatologia muito semelhante à da Dengue Clássica, mas com maior destaque para mialgia e artralgia que podem permanecer por anos em contextos de cronicidade da patologia.

Zika Vírus

A infecção pode ser assintomática ou sintomática. Naqueles com queixas, o exantema maculopapular pruriginoso de início precoce se associa a uma febre baixa (ou até mesmo ausente), além de hiperemia conjuntival não purulenta, edema periarticular e artralgia. O quadro tem resolução entre 3 e 7 dias.

Febre Amarela

Fluxograma de manifestações clínicas da fase grave da Febre Amarela
Fluxograma de manifestações clínicas da fase grave da Febre Amarela. Fonte: Infectologia, Reinaldo Salomão

A febre amarela é uma arbovirose com as manifestações iniciais mais inespecíficas e classifica-se como fase virêmica. Os sinais são: febre, cefaléia, mal-estar geral, prostração, náuseas, vômitos, dentre outros. Na maioria dos pacientes ocorre resolução com 2 a 3 dias, mas em alguns casos há reincidência de sintomas após 48h para fase grave, a exemplo de: febre alta, icterícia, vômitos incoercíveis, lesões renais, hepáticas e até mesmo cardíaca, podendo levar ao óbito.

Como realizar o diagnóstico?

Por se tratarem do mesmo grupo de doença, as arboviroses possuem métodos diagnósticos semelhantes. Dito isso, em associação com anamnese e exame físico completos para identificação de sinais clínicos, os métodos diagnósticos diretos ou indiretos devem ser solicitados para confirmação da hipótese. São eles:

  • Exames específicos: isolamento viral, RT-PCR, Sorologias (anticorpos IgG e IgM) e imuno-histoquímica.
  • Exames inespecíficos: hemograma (pode surgir leucopenia, trombocitopenia, linfocitose e eosinopenia a depender da patologia específica)

{{banner-cta-blog}}

Tratamento para arbovirose

Seguindo a história natural de doenças virais, ou seja, respeitando sua característica de resolução espontânea, a principal conduta terapêutica é de suporte geral, a exemplo de hidratação vigorosa (avaliar função renal e capacidade hemodinâmica previamente), juntamente com medicações sintomáticas

Vale destacar a contraindicação no uso de salicilatos na Febre Amarela e na Chikungunya, pelo aumento de risco de sangramentos potencialmente fatais, bem como de anti-inflamatórios não esteroidais e corticoides na fase aguda da CHK. Ademais, é de extrema importância a orientação aos pacientes em relação a sinais de alarme, uma vez que a UTI possa ser necessária nessas situações.

Conclusão

Apesar da alta prevalência das arboviroses em nosso país, principalmente pelo clima tropical e pelas densas áreas urbanas, diversos métodos de prevenção estão à disposição da população de maneira que atitudes como a vacinação e evitar água parada trazem um grande impacto para a saúde pública.

Continue aprendendo:

FONTES:

Assine o medclub e tenha acesso a um mundo de informações médicas

Aproveite por 30 dias gratuitamente e após esse período pague apenas R$29,90 por mês.

Artigo escrito por

Comece agora e tenha acesso a um mundo de informações médicas

Aproveite por 30 dias gratuitamente e após esse período pague apenas R$29,90 por mês.

Dúvidas?

O que é o MedClub?

O medclub é uma plataforma 100% online e responsiva focada no desenvolvimento e capacitação profissional dos médicos. Com videoaulas e materiais de apoio de alta qualidade, o médico é alavancado em uma dinâmica simples, clara e objetiva de atualização e aprimoramento dos conhecimentos essenciais à sua prática.

Como o MedClub pode me beneficiar?

O Medclub te proporciona a aplicabilidade prática da Medicina Baseada em Evidências, elevando o padrão da sua prática médica. Tudo isso em um só lugar, sem perda de tempo, com informações claras e fáceis de achar no dia a dia.

O MedClub beneficia médicos de diferentes níveis de experiência?

Sim! O MedClub foi cuidadosamente concebido e desenvolvido com o objetivo de simplificar o estudo e a atualização médica, proporcionando maior segurança nas práticas e procedimentos. Nossa plataforma visa melhorar os resultados diários dos médicos, abordando as principais preocupações independentemente do estágio de sua carreira.

Existe um prazo de garantia?

Com certeza! No MedClub, estamos comprometidos com você. Por isso, disponibilizamos 30 dias corridos gratuitos antes de qualquer pagamento ser debitado em sua conta, garantindo que sua assinatura entre em vigor apenas quando você estiver pronto.

Como faço para cancelar minha assinatura?

Ao iniciar sua assinatura no MedClub, você terá a flexibilidade de cancelá-la a qualquer momento diretamente na plataforma, podendo também cancelar entrando em contato com nossa equipe de suporte ou enviando um e-mail para contato@med.club.

Nós utilizamos cookies. Ao navegar no site estará consentindo a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.