Pediatria
Pediatria

Novas diretrizes para o manejo da parada cardiorrespiratória na Pediatria

Logo Medclub
Equipe medclub
Publicado em
8/5/2023
 · 
Atualizado em
31/5/2023
Índice

As principais atualizações para o manejo da parada cardiorrespiratória explicadas pela Sociedade Brasileira de Pediatria foram:

Ventilação de resgate durante o suporte básico 

É Importante lembrar que se houver pulso palpável de 60 batimentos por minuto ou mais, em bebês (consideradas os < 1 ano) e em crianças (consideradas > 1 ano) mas a respiração estiver ausente ou inadequada, deve-se fornecer respiração de resgate a cada 2 ou 3 segundos (20 a 30 respirações por minuto).

Ventilação durante a reanimação cardiopulmonar (PCR) com via aérea avançada estabelecida 

É aconselhável alcançar um intervalo de frequência respiratória de 1 ventilação a cada 2 a 3 segundos (20 a 30/min), sem interromper as compressões. Portanto, as compressões e ventilações são dissociadas quando há presença de uma via aérea avançada.

Tipo de cânula traqueal 

Nessa nova diretriz da AHA, durante a parada cardiorrespiratória é aconselhável escolher tubos traqueais com balonete, ou seja, com cuff. Vale lembrar que a manobra de pressão cricoide não é mais recomendada pela AHA.

Administração precoce da adrenalina 

Administrar a dose inicial de epinefrina em até 5 minutos depois do início das compressões torácicas se mostrou mais efetivo na realização dos estudos para a nova diretriz.

Obtenção de pressão arterial invasiva (PAI) para avaliar a qualidade da RCP

Quando houver disponibilidade de monitoramento por PAI, deve-se aferir a pressão arterial diastólica para avaliar a qualidade da RCP.

Situações especiais 

  • Choque séptico: Atentar-se para o início de volume precoce de 10 a 20 ml/kg quando há desconfiança de um paciente com choque séptico, assim como já iniciar adrenalina quando houver refratariedade ao volume de cristaloides. 
  • Choque hemorrágico pós-trauma: atentar para a necessidade de administrar derivados sanguíneos em vez de cristaloides
  • Miocardite: é importante lembrar que essa condição pode vir a gerar uma PCR por arritmia e, por isso, a monitorização e tratamento em UTI é indispensável.
  • Hipertensão pulmonar: o óxido nítrico ou prostaciclina devem ser utilizados como terapêutica inicial para a crise de hipertensão pulmonar.

Conclusão

Diante do exposto, o artigo cumpre o objetivo de sintetizar as demais atualizações sobre o manejo da parada cardiorrespiratória na Pediatria que foram realizadas pela AHA em 2020, traduzindo para uma linguagem acessível a todos os profissionais médicos.

Continue aprendendo:

FONTE:

Assine o medclub e tenha acesso a um mundo de informações médicas

Aproveite por 30 dias gratuitamente e após esse período pague apenas R$29,90 por mês.

Artigo escrito por

Comece agora e tenha acesso a um mundo de informações médicas

Aproveite por 30 dias gratuitamente e após esse período pague apenas R$29,90 por mês.

Dúvidas?

O que é o MedClub?

O medclub é uma plataforma 100% online e responsiva focada no desenvolvimento e capacitação profissional dos médicos. Com videoaulas e materiais de apoio de alta qualidade, o médico é alavancado em uma dinâmica simples, clara e objetiva de atualização e aprimoramento dos conhecimentos essenciais à sua prática.

Como o MedClub pode me beneficiar?

O Medclub te proporciona a aplicabilidade prática da Medicina Baseada em Evidências, elevando o padrão da sua prática médica. Tudo isso em um só lugar, sem perda de tempo, com informações claras e fáceis de achar no dia a dia.

O MedClub beneficia médicos de diferentes níveis de experiência?

Sim! O MedClub foi cuidadosamente concebido e desenvolvido com o objetivo de simplificar o estudo e a atualização médica, proporcionando maior segurança nas práticas e procedimentos. Nossa plataforma visa melhorar os resultados diários dos médicos, abordando as principais preocupações independentemente do estágio de sua carreira.

Existe um prazo de garantia?

Com certeza! No MedClub, estamos comprometidos com você. Por isso, disponibilizamos 30 dias corridos gratuitos antes de qualquer pagamento ser debitado em sua conta, garantindo que sua assinatura entre em vigor apenas quando você estiver pronto.

Como faço para cancelar minha assinatura?

Ao iniciar sua assinatura no MedClub, você terá a flexibilidade de cancelá-la a qualquer momento diretamente na plataforma, podendo também cancelar entrando em contato com nossa equipe de suporte ou enviando um e-mail para contato@med.club.

Nós utilizamos cookies. Ao navegar no site estará consentindo a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.